Archive for the ‘vs Atlético Mineiro’ Category

Ceará Empata com América Mineiro e Decide sua Sorte na Última Rodada

Cearápédia
Baraka disputa jogada com Tony no empate que subiu o América pra Série A;
Crédito: diariodonordeste.verdesmares.com.br/Foto/Agencia-o-Estado
Ceará Sporting Club
América Mineiro 1 x 1 Ceará
Campeonato Brasileiro Série B de 2015
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Campeonato Brasileiro Série B de 2015 – 37ª Rodada
• Data (Date): Sábado, 21 de Novembro de 2015, às 17:30 hs (de Brasília) 16:30 Local
• Estádio (Stadium): Raimundo Sampaio “Independência”, Belo Horizonte/MG
• Público (Attendance): 9.408 pagantes – Renda: R$ 130.635,00
• Árbitro (Referee): Wagner Reway/MT (Aspirante FIFA)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Paulo César Silva Faria/MT (Especial-2)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Joadir Leite Pimenta/MT (CBF-2)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Cleisson Veloso Pereira/MG (CBF-1)
• Advertências (Cautions): Charles 9′, Cametá 42′, Ânderson Conceição 59′ e Guilherme 69′
• Expulsão (Sent Off): Siloé, 20′, Alisson, 20′ e Richarlison, aos 44′ minutos do 2º tempo
Gols | Goals | América Gols | Goals | Ceará
1-1 Wesley Matos (cab), aos 43’/1º 1-0 Siloé, aos 11’/1º
América Futebol Clube MG Ceará Sporting Clube
GO
ZA
ZA
ZA
MC
MC
MC
MC
MC
AT
AT
01 João Ricardo
03 Wesley Matos
23 Ânderson Conceição
04 Alison
22 Wálber
08 Leandro Guerreiro (Rodrigo Souza)
20 Tony
11 Pablo (Diego Lorenzi)
17 Xavier
10 Marcelo Toscano
09 Richarlison [Expulso]
GO
LD
ZA
ZA
LE
MC
MC
MC
MC
AT
AT
01 Éverson
02 Tiago Cametá
03 Sandro
04 Charles
06 Fernandinho
05 Baraka
07 João Marcos © (Fabinho)
11 Alex Amado (Júlio César)
10 Wescley
08 Siloé
09 Rafael Costa (Mazola)
Técnico: Givanildo Oliveira Técnico: Lisca
02
05
06
07
12
13
14
16
18
19
21
Roberto
Rodrigo Souza, aos 37’/2º
Bryan
Felipe Amorim
Fernando Leal (gk)
Andrezinho
Diego Lorenzi, aos 42’/2º
Mancini
Bruno Sávio
Henrique
Cristiano
12
13
14
15
16
17
18
19
Douglas Borges (gk)
Sanchez
Gilvan
Carlão
Ricardo Conceição
Fabinho, aos 29’/2º
Júlio César, aos 29’/2º
Mazola, aos 29’/2º
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Time A Time B
1 x 1 0 x 0 1 x 1
Observações
# Com esse resultado o Ceará permanece na Zona de Rebaixamento;
# O Ceará terá que vencer o Macaé na última rodada para sair da Zona de Rebaixamento;
# Ceará: Camisa Lilás, Calção Branco e Meias Brancas (Penalty);
# Macaé: Camisa listrada em Azul-Branco, Calção e Meias Azuis;
# Links Externos (External Links): www.globoesporte.globo.com/ce
# Links Externos (External Links): www.esportes.opovo.com.br
# Links Externos (External Links): diariodonordeste.verdesmares.com.br
# Súmula da Partida: Confederação Brasileira de Futebol (CBF)
# Site Oficial do Ceará Sporting Club: www.cearasc.com/o-mais-querido-do-estado
# Todos os Jogos da Seleção Brasileira: Todos os Jogos da Seleção Brasileira de Futebol
Competição Pts Jgs Vit Emp Der GP GC SG Pos
Brasileirão Série B 42 37 11 9 17 41 50 -9 17º
# Zona de Acesso: 1º Botafogo (70), 2º Vitória (66), 3º Santa Cruz (64) e 4º América/MG (64);
# Zona de Descenso: 17º Ceará (42), 18º ABC (32), 19º Boa (28) e 20º Mogi Mirim (23);

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Ficha Técnica: Atlético Mineiro 1 x 1 Ceará

Leandro Chaves comemora com Róger o gol de empate contra os mineiros;
Crédito: www.gazetapress.com/Douglas-Magno
Ficha Tecnica
Atlético/MG 1 x 1 Ceará
Campeonato Brasileiro Série A de 2011
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Campeonato Brasileiro Série A de 2015 – 27ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 2 de Outubro de 2011, às 16:00 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Joaquim Henrique Nogueira “Arena do Jacaré, Sete Lagoas/MG
• Público (Attendance): 14.174 pagantes – Renda: R$ 74.487,50
• Árbitro (Referee): Francisco Carlos Nascimento/AL (Asp. FIFA)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Dibert Pedrosa Moisés/RJ (FIFA)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Carlos J. Titara da Rocha/AL (CBF1)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Marcos Vinicius de Sá dos Santos/MG
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
André, aos 13’/1º Daniel Marques, aos 18’/1º
Pierre, aos 34’/2º Michel, aos 19’/1º
Rudnei, aos 33’/1º
Róger, aos 33’/1º
Michel, aos 45’/1º (II Amarelo)
João Marcos, aos 8’/2º (Direto)
Leandro Chaves, aos 13’/2º
Fernando Henrique, aos 38’/2º
Róger, aos 43’/2º (II Amarelo)
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Carlos César, aos 13’/1º 1-1 Leandro Chaves (cab), aos 37’/1º
Clube Atlético Mineiro Ceará Sporting Club
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Giovanni
26 Carlos César
04 Leonardo Silva
22 Werley
14 Triguinho (Didira)
55 Pierre
25 Fillipe Soutto (Renan Oliveira)
17 Bernard
83 Daniel Carvalho
11 Magno Alves (Jônatas Obina)
90 André
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Fernando Henrique
02 João Marcos [Expulso]
03 Fabrício Manini ©
04 Daniel Marques
06 Vicente
05 Michel [Expulso]
07 Heleno
08 Rudnei (Thiago Matias)
10 Leandro Chaves (Felipe Azevedo)
11 Osvaldo
09 Róger (Boiadeiro)
Técnico: Cuca Técnico: Estevam Soares
06
07
10
20
23
34
36
Lima
Serginho
Renan Oliveira, aos 14’/2º
Richarlyson
Lee (gk)
Didira, aos 31’/2º
Jônatas Obina, no Intervalo
12
13
14
15
16
17
18
Diego (gk)
Boiadeiro, aos 14’/2º
Thiago Matias, aos 39’/2º
Egídio
Felipe Azeevedo, aos 32’/2º
Marcelo Nicácio
Washington
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 1 0 x 0 1 x 1
• O goleiro Fernando Henrique defendeu um pênalti cobrado por Magno Alves no primeiro tempo;
• O gol do Atlético resultou de um lance em impedimento não marco pela arbitragem;
• O atacante Róger foi expulso quando extava no banco de reservas;
• Ceará: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Pretas (Penalty);
• Atlético: Camisa listrada em Preto-Branco, Calção Preto e Meias Brancas;
• Campanha: 27 Jogos, 8 Vitórias, 7 Empates, 12 Derrotas, 34 Gols Pró, 45 Gols Contra (?º);

.:: Vídeo da Partida ::.
.:: Crédito: youtube.com ::.

Crônica da Partida

Atlético-MG e Ceará empataram em 1 a 1, neste sábado, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o Galo, foi um desastre total. Para o Ceará, um empate heroico. Isso porque o time mineiro atuou em grande parte do segundo tempo com dois jogadores a mais e, mesmo assim, não conseguiu fazer o gol da vitória, mesmo após pressão impressionante. Carlos César marcou para o Atlético-MG, e Leandro Chaves empatou para o Ceará

A partida da expulsão de Michel e João Marcos, o Ceará ficou com nove jogadores no campo de defesa, na tentativa de evitar o gol do Atlético-MG. O técnico da equipe mineira colocou jogadores ofensivos em campo, mas não conseguiu furar a retranca cearense. No fim, um resultado digno de comemoração. O goleiro Fernando Henrique, o grande destaque da partida, fez defesas incríveis e espetaculares. Roger, por reclamação, também foi expulso do banco de reservas.

A partida também foi marcada por erros da arbitragem. No gol do Atlético-MG, o atacante André, que participou do lance, estava impedido. E no pênalti disperdiçado por Magno Alves, ainda no primeiro tempo, Fernando Henrique se adiantou muito para fazer a defesa.

A situação de Atlético-MG e Ceará na tabela do Campeonato Brasileiro exigia que ambos mostrassem um futebol ofensivo, já que somente a vitória interessava. E foi exatamente isto que aconteceu. O confronto na Arena do Jacaré começou eletrizante. O Atlético-MG pressionava muito, e o Ceará levava perigo nos contragolpes.

Depois de 12 rodadas, o Galo iniciou uma partida com dois laterais de origem. A expectativa pela estreia de Carlos César diante da torcida era muito grande. Contra o Internacional, em Porto Alegre, o jogador já tinha feito boa partida. E o ex-jogador do Boa Esporte não decepcionou e, aos 12 minutos, apareceu como elemento surpresa para abrir o placar em Sete Lagoas. O atacante André, que participou ativamente da jogada, estava em posição de impedimento, mas a arbitragem validou o lance.

O Ceará acusou o golpe e não conseguiu se organizar em campo, a não ser em lampejos do veloz Osvaldo. E também não conseguia parar Carlos César. O lateral, outra vez, apareceu como uma bala dentro da área cearense, até ser derrubado. Pênalti que Magno Alves cobrou para a defesa de Fernando Henrique, que também se adiantou bastante.

O lance fez com que o Ceará renascesse no jogo. Tanto que, logo depois, chegou ao empate, aos 37 minutos, com Leandro Chaves, de cabeça, após boa jogada de Osvaldo.

O primeiro tempo terminou empatado, mas, antes do fim, o volante Michel foi expulso, ao receber dois cartões amarelos, por faltas em Pierre e Daniel Carvalho.

O Ceará voltou quente para o segundo tempo. Antes dos três minutos, já havia criado duas boas chances, com Rudnei e Osvaldo. Mas uma confusão do árbitro Francisco Carlos Nascimento complicou de vez o jogo para o Vovô. O juiz expulsou o lateral João Carlos, por reclamação. O detalhe é que o jogador não havia recebido cartão amarelo anteriormente. A comissão técnica e os reservas do Ceará ficaram inconformados.

Com dois a mais em campo, o Atlético-MG encurralou o Ceará no campo de defesa, e apenas o Galo atacava. A pressão era quase insuportável, e o gol parecia ser questão de tempo. Com total posse de bola, o Galo criava várias jogadas, mas as conclusões eram imperfeitas. Quando os atleticanos arrematavam bem, Fernando Henrique evitava o gol.

A confusão na arbitragem continuou. Mesmo no banco de reservas, Roger foi expulso, após reclamar da arbitragem. O empate foi um grande resultado para o Ceará e um desastre para o Atlético-MG, que segue na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Agora, na próxima rodada, os dois times seguem na luta contra o rebaixamento. O Atlético-MG fará o clássico com o América-MG, neste sábado, às 18h (de Brasília), novamente na Arena do Jacaré. Já o Ceará receberá o Figueirense, no domingo, às 18h, no Presidente Vargas, em Fortaleza. (Fonte: Globo Esporte)


.:: Seleção Brasileira de Futebol ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol cinco vezes campeã mundial. Jogos amistosos oficiais e não oficiais; Eliminatórias da Copa; Copa do Mundo, Copa América, Copa das Confederações, Torneios, Torneio Pré-Olímpico, Jogos Olímpicos, Jogos Pan-Americanos; Seleção Brasileira Feminina, Sub 17, Sub 20 e muito mais confira: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Ficha Tecnica: Ceará 3 x 0 Atlético/MG

Osvaldo marcou o terceiro gol da vitória do Ceará contra o Atlético Mineiro;
Crédito: www.cearasc.com/galeria
Ficha Tecnica
Ceará 3 x 0 Atlético/MG
Campeonato Brasileiro Série A de 2011
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Campeonato Brasileiro Série A de 2015 – 8ª Rodada
• Data (Date): Quarta-Feira, 6 de Julho de 2011, às 21:50 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Presidente Vargas, em Fortaleza, Ceará
• Público (Attendance): 10.941 pagantes – Renda: Sem Registro
• Árbitro (Referee): Marcelo de Lima Henrique/RJ (FIFA)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Erich Bandeira/PE (FIFA)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Rodrigo Pereira Joia/RJ (FIFA)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Francisco de Assis Almeida Filho/CE
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Rudnei, aos 24’/2º Serginho, aos 26’/1º
Vicente, aos 26’/2º
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Marcelo Nicácio, aos 3′/1º
2-0 Boiadeiro, aos 33′/2º
3-0 Osvaldo, aos 37′/2º
Ceará Sporting Club Clube Atlético Mineiro
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Fernando Henrique;
02 Boiadeiro
03 Fabrício Manini ©
04 Diego Sacoman
06 Vicente
05 Michel
08 Heleno
08 João Marcos
10 Thiago Humberto (Rudnei)
11 Osvaldo (Enrico)
09 Marcelo Nicácio (Felipe Azevedo)
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Giovanni
32 Róger
05 Réver ©
04 Leonardo Silva
16 Leandro (Bernard)
38 Caio
07 Serginho
29 Gilberto
10 Renan Oliveira
20 Richarlyson (Wesley)
09 Guilherme (Magno Alves)
Técnico: Vágner Mancini Técnico: Dorival Júnior
12
13
14
15
16
17
18
Adilson Paredão (gk)
Ânderson Luis
Egídio
Rudnei, aos 20’/2º
Geraldo
Enrico, aos 39’/2º
Felipe Azevedo, aos 41’/1º
06
08
11
15
17
28
30
Lima
Dudu Cearense
Magno Alves, aos 42’/1º
Wesley, aos 14’/2º
Bernard, aos 20’/2º
Giovanni Augusto
Renan Ribeiro (gk)
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 0 2 x 0 3 x 0
• Jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão, Série A, de 2011;
• Magno Alves “O Magnata” é o mesmo que jogou no Ceará ano passado;
• Ceará: Camisa listrada em Preto-Branco, Calção Preto e Meias Pretas (Penalty);
• Atlético: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Brancas (Umbro);
• Campanha: 8 Jogos 3 Vitórias, 1 Empate, 4 Derrotas, 11 Gols Pró, 14 Gols Contra (11º)

Crônica do Jogo:

A crise está definitivamente instalada no Atlético-MG, e o responsável por isso é a carroça desembestada do Ceará. Enquanto o time mineiro chegou a sua sexta partida sem vitória no Brasileirão, sendo a terceira derrota consecutiva, e se aproximou da zona de rebaixamento, o Vozão aproveitou a força de sua torcida no estádio Presidente Vargas para engatar a terceira e se recuperar do tropeço diante do Coritiba. Marcelo Nicácio, Boiadeiro e Osvaldo fizeram os gols da vitória por 3 a 0.

O Ceará agora é o 11º colocado no Brasileirão, com dez pontos. No entanto, pode perder até duas posições caso Coritiba e Santos vençam Figueirense e Fluminense, respectivamente. Na próxima rodada, o Vozão enfrenta o Figueira no Orlando Scarpelli, domingo, às 18h30m (de Brasília).

O Atlético-MG, com oito pontos ganhos, encontra-se na 15ª posição, e a situação pode ficar ainda mais complicada. Caso Atlético-GOm Coritiba e América-MG vençam Botafogo, Figueirense e Palmeiras, respectivamente, o time entra na zona de rebaixamento – na verdade, bastam dois dos três resultados possíveis para o Alvinegro mineiro parar no Z-4. No domingo, o time encara o Coelho, às 18h30m (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

O Ceará começou o jogo de forma avassaladora. No embalo da torcida, que lotou o Presidente Vargas, o Vozão encurralou o Atlético-MG no campo de defesa, não deixando o time mineiro respirar. Logo aos três minutos, abriu o placar com Marcelo Nicácio, que aproveitou rebote de Giovanni, após chute de Thiago Humberto.

O gol não diminuiu o ímpeto dos anfitriões, que continuaram em cima do Galo, usando principalmente o setor esquerdo de seu ataque, onde Vicente dava um baile no jovem Roger. No meio, Thiago Humberto era o maestro do time cearense, acionando os laterais Boiadeiro e Vicente constantemente, e municiando Osvaldo e Nicácio,a dupla de ataque do Vozão.

Pelos lados do Galo, a coisa estava feia. O time era demasiadamente lento na saída da defesa para o ataque. Guilherme, muito isolado, não conseguia prender a bola na frente, o que permitia ao Ceará estar constantemente atacando. O primeiro chute a gol com perigo do Atlético-MG só veio aos 33 minutos, com Renan Oliveira.

A vitória parcial do Ceará na primeira etapa fez justiça ao time que mais procurou o ataque e tentou o gol. O único fato a se lamentar pelos lados do Vozão foi a saída do autor do gol ainda no primeiro tempo. O atacante sentiu uma lesão muscular.

O segundo tempo também começou movimentado. A diferença é que o Atlético-MG também jogava, não se limitando a ser apenas coadjuvante das ações do Ceará. Se Fernando Henrique foi um espectador privilegiado nos primeiros 45 minutos, na etaá final teve de trabalhar e suar a camisa.

Com a contusão de Guilherme, no fim do primeiro tempo, Dorival Júnior mandou Magno Alves a campo, além de Wesley ter entrado no lugar do pouco produtivo Richarlyson. O Atlético-MG voltou ao 4-4-2 e, se não era brilhante em campo, pelo menos tentava o ataque com mais frequência.

Mas o Ceará continuava pressionando, buscando sempre o ataque e aproveitando os espaços que o Atlético-MG dava para os contra-ataques. Foi assim que surgiu o segundo gol. Vicente cruzou na área, e Boiadeiro empurrou para as redes de Giovanni.

O segundo gol desmontou o Galo, que abriu ainda mais espaços na defesa. Osvaldo aproveitou e fez um golaço, ao driblar dois marcadores em velocidade e tocar na saída do goleiro. Com os 3 a 0 no placar e a vitória assegurada, o Ceará passou a tocar a bola, enquanto o Atlético-MG tentava diminuir o placar desordenadamente. Sem sucesso. (Fonte: Globo Esporte)


.:: Vídeo da Partida ::.
.:: crédito: youtube.com ::.

.:: Seleção Brasileira de Futebol ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol cinco vezes campeã mundial. Jogos amistosos oficiais e não oficiais; Eliminatórias da Copa; Copa do Mundo, Copa América, Copa das Confederações, Torneios, Torneio Pré-Olímpico, Jogos Olímpicos, Jogos Pan-Americanos; Seleção Brasileira Feminina, Sub 17, Sub 20 e muito mais confira: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

29/09/2010 – Ceará 0 x 0 Atlético Mineiro

Cearápédia
Marcelo Nicácio tenta finalizar ma s é barrad pela zaga do Galo mineiro;
Credito: www.cearasc.com/galeria-de-imagens
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
Ceará 0 x 0 Atlético/MG
Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão de 2010
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
• Competição: Campeonato Brasileiro Série A 2010 – 26ª Rodada
• Data: Quarta-Feira, 29 de Setembro de 2010, as 22:00 hs
• Estádio: Plácido Aderaldo Castelo “Castelão”, Fortaleza, Ceará
• Público: 11.938 pagantes (Total: 13.168) – Renda: R$ 100.135.00
• Árbitro: Sandro Meira Ricci/DF
• Assistente 1: Ednilson Corona/SP
• Assistente 2: Fabio Pereira/TO
• Quarto Árbitro: Gleysto Gonçalves da Silva/CE
Cartões Amarelos | Cartões Vermelhos Cartões Amarelos | Cartões Vermelhos
Heleno, aos 30’/2º Daniel Carvalho, aos 15’/1º
Eron, aos 2’/2º
Ricardo Bueno, aos 37’/2º
Ceará Sporting Clube Clube Atlético Mineiro
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
22 Michel Alves
41 Boiadeiro
27 Diego Sacoman (Pablo)
14 Ânderson
06 Vicente
05 Michel
17 Heleno
08 João Marcos
10 Geraldo © (Misael)
96 Magno Alves (Camilo)
99 Marcelo Nicácio
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Renan Ribeiro
Diego Macedo
Réver
Werley
Eron
Alê
Zé Luís
Fillipe Soutto
Diego Souza
Daniel Carvalho (Ricardo Bueno)
Obina (Neto Berola)
Técnico: Dimas Filgueiras Técnico: Dorival Júnior.
07
19
21
29
32
38
40
Camilo, aos 17’/2º
Marcos Careca
Misael, aos 17’/2º
Jean Carlos
Dionathan (gk)
Pablo, aos 34’/2º
Eusébio
#
#
#
#
#
#
#
Ricardo Bueno, aos 16’/1º
Neto Berola, aos 30’/2º
Aranha (gk)
Fernandinho
Jayro Campos
Rafael Cruz
Ricardinho Pozzi
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Ceará Adversário
0 x 0 0 x 0 0 x 0
• Jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão, Série A, de 2010;
• Ceará: Camisa listrada em Preto-Branco, Calção Branco e Meias Brancas (Penalty);
• Atletico Mineiro: Camisa Branca, Calção Preto e Meias Pretas;
• Dimas: 6 Jogos, 1 Vitória, 3 Empates, 2 Derrotas, 3 Gols Marcados e 9 Gols Sofridos;

Crônica do Jogo:

Ceará e Atlético Mineiro protagonizaram um drama no Castelão, em Fortaleza, nesta quarta-feira, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo, que teve roteiro com toques de crueldade para os corações das duas torcidas, terminou em um melancólico 0 a 0, o que não resolve a situação de nenhum dos dois times na competição. O pobre futebol apresentado não dá mostras que as próximas produções possam ser ‘hollywoodianas’ ou que, pelo menos, tenham um final feliz

Com o empate, o Ceará é o 14º colocado da competição, com 31 pontos, enquanto o Atlético-MG permanece na vice-lanterna, com apenas 22. Na próxima rodada, o Vovô enfrentará o Corinthians, no Pacaembu, no sábado, às 16h (de Brasília). Já o Galo viajará a Goiânia, onde encarar o seu xará goianiense, também no sábado, só que às 21h.

A situação ruim dos times na tabela de classificação e a sequência de maus resultados de ambos os lados fizeram com que o jogo já começasse com um roteiro dramático. Prova disso é que, já com dois minutos de bola rolando, cada time já tinha perdido uma boa chance de gol, com Marcelo Nicácio, pelo Ceará, e Obina, pelo Atlético-MG.

As cenas da primeira metade do primeiro tempo mostraram o Ceará com mais posse de bola e presença no campo de ataque. Porém, nenhuma jogada do Vovô mereceu o título de campeã de bilheteria. Todas elas pararam na zaga do Galo ou nas boas intervenções do jovem goleiro Renan Ribeiro.

E se o drama era a tônica do jogo, ele se fez ainda mais presente na vida do Atlético-MG. Aos 16 minutos, Daniel Carvalho, que vinha sendo um dos atores principais do time nas últimas partidas, sentiu uma contusão no joelho esquerdo e foi substituído pelo atacante Ricardo Bueno.

Com o passar do tempo, o Ceará diminuiu o ímpeto inicial, e o jogo teve momentos de comédia pastelão, com muitos erros de passes, jogadas concentradas no meio-campo e lentidão na saída de bola. Com todos estes argumentos, o placar não saiu de um 0 a 0 que não fez o mínimo sucesso com a galera.

O time cearense voltou com ânimo renovado para o segundo tempo, fazendo uma verdadeira blitz sobre o Atlético-MG. O Vovô perdeu boas chances de gol, principalmente com Geraldo, Marcelo Nicácio e Vicente. Já o Galo tentava criar jogadas de ataque mais efetivas, mas parecia uma “Missão Impossível” para o time acertar o gol de Michel Alves. Diego Souza e Diego Macedo foram exemplos disso.

As tomadas finais da partida foram cenas repetidas de sequências já filmadas: o Ceará era insistente no ataque, e o Atlético-MG vivia de seus esporádicos contragolpes. Mas nenhum dos times teve competência e sorte para afundar de vez o adversário, e o 0 a 0 acabou sendo o retrato fiel do que foi o jogo, com muito mais momentos de comédia do que de um belo musical.

A partir de agora, o Ceará terá que fazer de cada jogo um filme de luta. O time só venceu duas das 19 partidas que disputou depois da Copa do Mundo e vê a zona de rebaixamento chegar perto do retrovisor, como em “Velozes e furiosos”. Ao Atlético-MG, que já trocou atores principais, coadjuvantes, roteiristas e diretores neste Campeonato Brasileiro, fica o alerta: o drama está se tornando um filme de terror. E pior, repetido para a torcida atleticana. (Fonte: Globo Esporte)


.:: Vídeo da Partida ::.
.:: Imagens: youtube.com ::.

.:: Seleção Brasileira de Futebol ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol cinco vezes campeã mundial. Jogos amistosos oficiais e não oficiais; Eliminatórias da Copa; Copa do Mundo, Copa América, Copa das Confederações, Torneios, Torneio Pré-Olímpico, Jogos Olímpicos, Jogos Pan-Americanos; Seleção Brasileira Feminina, Sub 17, Sub 20 e muito mais confira: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

06/06/2010 – Atlético Mineiro 0 x 1 Ceará

Cearápédia
Washington disputa jogada com Muriqui na vitória no Mineirão;
Credito: www.gazetapress.com.br/Marcelo Prates/Hoje em Dia/Gazeta Press
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
Atlético 0 x 1 Ceará
Copa do Nordeste de 2010 – Primeira Fase
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
• Competição: Campeonato Brasileiro Série A 2010 – 7ª Rodada
• Data: Domingo, 6 de Junho de 2010, as 16:00 hs
• Estádio: Governador Magalhães Pinto “MIneirão”, Belo Horioznte/MG
• Público: 26.659 pagantes – Renda: R$ 527.850,00
• Árbitro: Célio Amorim/SC
• Assistente 1: Marco Antônio Martins/SC
• Assistente 2: Luís Alberto Kallenberger/SC
• Quarto Árbitro: Francisco de Assis de Almeida Filho/CE
Cartões Amarelos | Cartões Vermelhos Cartões Amarelos | Cartões Vermelhos
Rafael Jatai, aos 30’/1º Ânderson, aos 32’/1º
Werley, aos 2’/2º Michel, aos 14’/2º
Ricardo Bueno, aos 37’/2º Oziel, aos 20’/2º
Diego Macedo, aos 45’/2º Diego, aos 42’/2º
Rafael Jatai, aos 46’/2º
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Washington, aos 10’/2º
Clube Atlético Mineiro Ceará Sporting Clube
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Aranha
Coelho
Werley
Lima (Wendel)
Jairo Campos
Jataí
Diego Macedo
Ricardinho (Neto Berola)
Leandro (Ricardo Bueno)
Diego Tardelli
Muriqui
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Diego
02 Oziel
03 Fabrício
14 Ânderson
23 Ernandes
05 MIchel
08 João Marcos
19 Marcos Careca
10 Geraldo (Erick Flores)
21 Misael (Tony)
09 Washington (Lopes)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo Técnico: Paulo César Gusmão
#
#
#
#
#
#
#
Wendel, no Intervalo
Ricardo Bueno, aos 31’/2º
Neto Berola, aos 35’/2°
Fabián Carini (gk)
Pedro Benítez
Sheslon
Júnior
16
30
#
12
#
#
#
Erick Flores, aos 21’/2º
Lopes, aos 35’/2º
Tony, aos 38’/2º
Michel Alves (gk)
Eusébio
Marcos Pimentel
Jorge Luiz
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Ceará Adversário
0 x 1 0 x 0 0 x 1
• Com esse resultado o Ceará está na vice-liderança do Brasileirão;
• Agora o campeonato brasileiro dará uma parada para as disputas da Copa do Mundo;
• Ceará: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Pretas;
• Atlético: Camisa listrada em Preto-Branco, Calção Preto e Meias Brancas;
• Estive presente nesse jogo. O Ceará foi superior do começo ao fim;

Crônica do Jogo:

Em Minas, no Mineirão, o Ceará fez a sua parte neste domingo para tentar terminar na liderança o Brasileirão antes da paralisação para a Copa do Mundo, na África do Sul. Com mais uma boa atuação, principalmente no segundo tempo, derrotou o Atlético Mineiro por 1 a 0. Quando deixou o campo, estava em primeiro na tabela, pois o Botafogo vencia o Corinthians por 2 a 1. Mas, com o empate do Timão no fim, coube ao Vovô a vice-liderança da competição. Invicto, com 17 pontos ganhos, está ao lado dos paulistas, mas perde no desempate pelo saldo de gols.

É bom lembrar que o gol da vitória, marcado por Washington, foi irregular. O atacante estava impedido. Mas nem isso tira os méritos da equipe comandada por Paulo César Gusmão, que acumula na campanha cinco vitórias e dois empates, com apenas um gol sofrido – tem a melhor defesa da competição. E pela primeira vez arrancou um triunfo sobre Atlético no Mineirão, que fechará para obras visando à Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

No fim da partida, o estádio teve as luzes apagadas e um show de fogos. Parecia uma despedida na medida para a festa do Galo que não aconteceu. O time saiu sob vaias e gritos de “olé” diante do domínio do Vovô e permanece na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com apenas seis pontos ganhos.

Na volta do Campeonato Brasileiro depois da Copa do Mundo, no dia 14 de julho, pela oitava rodada, o Atlético Mineiro receberá o Atlético-GO. O Ceará enfrentará no mesmo dia, em casa, o Corinthians.

O primeiro tempo alternou boas jogadas com certa sonolência das duas equipes. Se o Ceará mostrou mais organização tática, com um time compacto, tocando melhor a bola e criando mais chances, o Galo obrigou o goleiro Diego a fazer duas boas defesas. Mas a torcida que compareceu ao Mineirão não viu a rede balançar nos primeiros 45 minutos.

No duelo da então pior com a melhor defesa da competição – o Galo sofreu 15 gols e o Vovô, apenas um -, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez algumas mexidas em relação à equipe que perdeu para o Grêmio por 2 a 1, no meio da semana. Aranha voltou para o gol, e Coelho, para a lateral direita. Sem Fabiano e João Pedro, suspensos, e Zé Luís, ainda contundido, Diego Macedo foi deslocado para o meio-campo. Em campo, o time começou confuso. No rodízio entre Coelho e Diego Macedo na lateral e no meio, ninguém marcou Misael, que, lançado por Careca, foi à linha de fundo e centrou na medida para Washington, de peixinho, quase inaugurar o marcador para o Ceará – a bola foi para fora.

Se o técnico PC Gusmão perdeu para a partida o volante Heleno, suspenso, teve de volta Michel ao meio-campo da equipe, bem consistente. E com os espaços dados pelo Galo, o Vovô ditou logo o ritmo no setor, dominando a partida. Aos 21 minutos, numa sobra no ataque, Oziel obrigou Aranha a boa defesa. No rebote, tentou encobrir o goleiro, masa zaga cortou para escanteio.

Ricardinho estava sonolento, e Rafael Jataí, errando muitos passes, Diego Tardelli e Muriqui, isolados, eram obrigados a recuar para procurar a bola. A torcida já perdia a paciência quando, aos 32, numa triangulação com Diego Macedo e Muriqui, Coelho, pela meia-direta, resolveu arriscar de canhota, de fora da área. Diego, em grande defesa, mandou para escanteio. O time até deu uma acordada, mas o Vovô, mais organizado, teve outra chance logo depois, com Oziel, que bateu para fora.

Com liberdade para jogar, o Ceará cozinhava o jogo, e no duelo dos camisas 10, Geraldo levava a melhor sobre Ricardinho. A única boa assistência do meia do Galo foi aos 42, quando centrou na cabeça de Werley. Mas Diego, seguro, fez outra boa defesa. A última boa jogada do primeiro tempo foi aos 44, quando o lateral Ernandes arrancou pela esquerda e tentou surpreender Aranha, quase abrindo o placar para o Vovô, melhor na partida.

Para o segundo tempo, o técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu mexer no esquema do Galo, ao trocar o zagueiro Lima pelo meia Wendel. Apesar da mudança do 3-5-2 para o 4-4-2, o time continuou levando sustos e foi totalmente dominado. Aos quatro minutos, em falta cobrada pela direita, Careca cabeceou firme para boa defesa de Aranha. Aos sete, o goleiro atleticano quase complicou, ao tentar sair jogando. Chutou nos pés de Geraldo, que tentou se aproveitar da saída desesperada do goleiro para cavar o pênalti. O árbitro Célio Amorim não caiu no conto.

Mas, aos 9, o juiz da partida cometeu um erro capital. Em jogada do Ceará pela esquerda, baixou o Robinho em Misael, que entortou Jairo Campos e centrou para Washington, impedido, escorar para as redes, fazendo 1 a 0 para o Ceará. Nem Célio Amorim nem os auxiliares anularam o lance.

O Galo se desesperou ainda mais, e a torcida chegou a comemorar quando Coelho, aos 15, cobrou falta que tocou na rede, mas pelo lado de fora. PC Gusmão, vendo o adversário se lançando ao ataque, trocou Geraldo por Erick Flores, para puxar o contra-ataque com mais velocidade. O ex-meia do Flamengo teve a chance de resolver a partida aos 27, após tabela com Misael, mas bateu fraco, para fora.

Vanderlei trocou Leandro por Ricardo Bueno, deslocando Diego Maurício para a lateral. PC Gusmão lançou Lopes “Tigrão ” no lugar de Washington, e Vanderlei apostou as fichas em Neto Berola, sacando o apagadíssimo Ricardinho. Numa bomba, Coelho obrigou Diego a outra grande defesa. O Galo não conseguia espaços para criar, diante da boa marcação do Vovô. Aos 41, Erick Flores ainda acertou o travessão, e só não marcou o segundo aos 45 porque foi agarrado por Diego Macedo, no contra-ataque.

O Galo se desesperava mais ainda no fim. Rafael Jataí, que já tinha o cartão amarelo, levou o vermelho. E a torcida, além das vaias ao time, ainda gritou “olé” diante do domínio do Ceará. Já com o Mineirão às escuras, o jeito era sair na esperança de, no mês de paralisação, ver Vanderlei acertar o time. Já o Vovô era só comemoração. (Fonte: Globo Esporte)


.:: Confira o Vídeo da Partida ::.

.:: Seleção Brasileira de Futebol ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol cinco vezes campeã mundial. Jogos amistosos oficiais e não oficiais; Eliminatórias da Copa; Copa do Mundo, Copa América, Copa das Confederações, Torneios, Torneio Pré-Olímpico, Jogos Olímpicos, Jogos Pan-Americanos; Seleção Brasileira Feminina, Sub 17, Sub 20 e muito mais confira: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Ficha Técnica: Ceará 2 x 0 Atlético/MG


.:: Copa do Brasil 2005 ::.

Camanducaia comemora o gol e a classificação para à semifinal
Crédito da Imagem: http://diariodonordeste.globo.com/Jogada/Kid-Junior
Ceará Sporting Club
Ceará 2 x 0 Atlético/MG
Copa do Brasil de 2005
Ficha Técnica
• Competição: Copa do Brasil de 2005 – Quartas de Final – 2º Jogo (volta)
• Data: Quarta-Feira, 18 de Maio de 2005, as 21:45 hs
• Local: Estádio Plácido Castelo “Castelão”, em Fortaleza/CE
• Público/Renda: 55 mil pagantes – Renda: R$ 507.500,00
• Árbitro: sr. Washington José Alves (AM)
• Assistente 1: sr. Raimundo da Paz Arruda (AM)
• Assistente 2: sr. Rudson Aquino (CE)
• Cartões Ceará: Vanderlei, Sidnei e Sandro
• Cartões Adversário: Evanilson, Quirino, André Luís, Rubens Cardoso e Ramon
• Expulsão: Nenhuma
Gols do Ceará Gols do Atlético
1-0 Camanducaia, aos 32’/2º
2-0 Maurílio, aos 49’/2º
Ceará Sporting Club Clube Atlético Mineiro
Go
Za
Za
Za
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Adilson;
André Turatto,
Vanderlei e
Duílio;
Jamur,
Sandro,
Germano,
Valdeir (Wendell) e
Vitor Boleta (Sidney);
Camanducaia (Paulinho Macaíba) e
Maurílio.
Go
Za
Za
Za
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Danrlei;
Evanilson (Quirino),
André Luís,
Henrique e
Rubens Cardoso (Leandro Smith);
Walker,
Ataliba (George Lucas),
Rodrigo Fabri e
Ramon;
Euller e
Fábio Júnior.
Tec: Jair Pereira Tec: Adenor Bacchi “Tite”
Substituições Substituições
sb
sb
sb
Wendell
Sidnei
Paulinho Macaíba
sb
sb
sb
Quirino
Leandro Smith
George Lucas
Observações
# Com esse resultado o Ceará classificou-se para a Semifinal da competição;
# Esta é a segunda vez qie o Ceará chega a semifinal da Copa do Brasil, a outra foi em 1994.
# Ceará: Camisa Branca com Mangas Pretas, Calção e Meias Pretas.
# Atlético: Camisa com Listras Vericais em Preto-Branco, Calção e Meias Brancas.
# Próximo Jogo: 18/05 – Ceará x Atlético/MG, no Estádio Plácido Castelo “Castelão”
# Todos os Campeões da Copa do Brasil: http://eternoscampeoes.wordpress.com/
# Referêcias: http://diariodonordeste.globo.com/Copa-do-Brasil-2005

Ficha Técnica: Atlético/MG 1 x 1 Ceará


.:: Copa do Brasil 2005 ::.

O volante Germano disputa a jogada com Ramon do galo.
Crédito da Imagem: http://diariodonordeste.globo.com/Jogada/Estado-de-Minas
Ceará Sporting Club
Atlético/MG 1 x 1 Ceará
Copa do Brasil de 2005
Ficha Técnica
• Competição: Copa do Brasil de 2005 – Quartas de Final – 1º Jogo (ida)
• Data: Quarta-Feira, 11 de Maio de 2005
• Local: Estádio Magalhães Pinto “Mineirão”, em Belo Horizonte/MG
• Público/Renda: 21.646 pagantes – 120.434,00
• Árbitro: sr. Sérgio da Silva Carvalho (DF)
• Assistente 1: sr. Eremílson Xavier Macedo (DF)
• Assistente 2: sr. Alexandre Santos (MG)
• Cartões Ceará: Jamur, Sandro e Germano
• Cartões Adversário: Amaral
• Expulsão: Nenhuma
Gols do Atlético Gols do Ceará
1-1 Fábio Júnior, aos 36’/2º 1-0 André Turatto (cabeça), aos 22’/1º
Clube Atlético Mineiro Ceará Sporting Club
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Danrlei;
Evanílson (Quirino),
André Luiz,
Henrique e
Rubens Cardoso;
Walker,
Amaral (Ataliba),
Rodrigo Fabri e
Ramon (Prieto);
Euller e
Fábio Júnior.
Go
Za
Za
Za
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Adílson;
André Turatto,
Vanderlei e
Duílio;
Jamur,
Sandro (Hélder),
Germano,
Valdeir (Barata) e
Victor Boleta (Sidnei);
Camanducaia e
Maurílio.
Tec: Adenor Bacchi “Tite” Tec: Jair Pereira
Substituições Substituições
sb
sb
sb
Quirino
Ataliba
Prieto
sb
sb
sb
Hélder
Barata
Sidnei
Observações
# Com esse resultado quem vencer o próximo jogo se classifica. Sendo que o Ceará joga por um zero a zero por ter marcado um gol fora de casa.
# Este é o primeiro encontro entre as duas equipes na Copa do Brasil.
# Ceará: Camisa Branca com Mangas Pretas, Calção Branco e Meias Pretas.
# Atlético: Camisa com Listras Vericais em Preto-Branco, Calção Preto e Meias Brancas.
# Próximo Jogo: 18/05 – Ceará x Atlético/MG, no Estádio Plácido Castelo “Castelão”
# Todos os Campeões da Copa do Brasil: http://eternoscampeoes.wordpress.com/
# Referêcias: http://diariodonordeste.globo.com/Copa-do-Brasil-2005
%d blogueiros gostam disto: